PORTFÓLIO PARIZ CIA DE DANÇA

A Pariz Cia de Dança tem como proposta produzir um espetáculo de dança com o trabalho continuado, desenvolvendo pesquisas e linguagens de formas artísticas específicas.

Apoia-se em técnicas de dança como a contemporânea, o balé clássico e, principalmente, a do jazz, como ferramentas que potencializem os corpos para que então, se desenvolva a linguagem cênica coreográfica.

Com esse projeto, a Companhia proporcionará ao seu público o seu diferencial, demonstrando um estilo diferenciado e intrigante por tantas fusões, com o intuito de envolver o público não apenas com a técnica, mas também com a sutileza de movimentos no que realmente transcende a dança.

HISTÓRICO DA CIA:

A Pariz Cia de Dança teve sua origem na Cia Independente de Dança de SP, criada no ano de 2010.

A Cia buscava caminhos diferentes dos já experimentados pelo grupo em suas formações anteriores. Gradativamente, passou a abraçar outras técnicas da dança e envolveu-se com outros segmentos artísticos.

Em Outubro de 2006 estreou no Teatro Adamastor Centro de Guarulhos seu primeiro espetáculo intitulado “Encontros e Despedidas”. Este, escolhido como um dos três melhores espetáculos do ENDA 2006  foi contratado pela Prefeitura de Guarulhos para fazer parte da programação da agenda cultural do município por meio do Programa Teatro Aberto 2007, com apresentações em Teatros e pontos de cultura espalhados pela cidade.

Em Setembro de 2007 estreou no Teatro Adamastor Centro seu segundo espetáculo intitulado “Fantasia”, criado especialmente para o público infantil, em parceria com o Instituto Gustavo Gomes.

Em Outubro do mesmo ano, com o espetáculo “Vivendo Vinícius”, a Cia. foi contemplada com o Prêmio Guarulhos Cultural 2007, dando início a várias apresentações em teatros de Guarulhos e São Paulo, com apoio das Secretarias de Cultura e de Esportes do Município de Guarulhos.

Em Setembro de 2008, com “Diário de Thais” foi mais uma vez ganhadora do Prêmio Guarulhos Cultura 2008 pelo ENDA PESQUISA. No mesmo evento e com o espetáculo “Movimento em Blue” pelo ENDA DIVERSIDADE, mais uma vez ficou entre os três melhores espetáculos do evento e contratado pela Prefeitura do Município para fazer parte da Agenda Cultural 2009, com apresentações em todos os teatros e pontos de cultura espalhados pela cidade.

  Foi em  fevereiro de 2010 que surgiu  o desejo do coreógrafo e diretor Edson Santos  de criar um grupo com objetivo de coreografar, e discutir a concepção coreográfica com os intérpretes e permitir que estes possam também contribuir com a criação.

Em Dezembro de 2011, participou da 17ª Edição do Cello Dance realizado no Teatro Sérgio Cardoso em São Paulo, onde dividiu o palco com outras grandes cias brasileiras e músicos concertistas do Rio de Janeiro, com o apoio do Governo do Estado de São Paulo e patrocínio da Petrobras.

Em Junho de 2012, foi responsável pela abertura da Noite de Competição da 23ª Edição do Festidança 2012, realizado no Teatro Municipal de São José dos Campos/SP. Em Julho do mesmo ano, foi uma das cias selecionadas para o Projeto ABCDança  sob a coordenadoria da Cia de Dança de Diadema, onde estreou seu novo espetáculo intitulado "Triunfal", na Sala Paissandu na Galeria Olido em São Paulo. Ainda no mesmo ano, foi uma das Cias convidadas a participar do 18ª Rio Cello Dance no Teatro Nelson Rodrigues na capital do estado do Rio de Janeiro, dividindo o palco com outras grandes cias brasileiras e músicos concertistas, tais como: Nicolas Soares e David Schew.

Em 29 de Abril de 2013, foi responsável pelo encerramento do Mês da Dança realizado pela Escola Municipal de Dança de Anápolis (GO), com apoio da Secretaria de Cultura local.

Em 19 de Maio de 2013, foi uma das cias de dança a fazerem parte da programação da “Virada Cultural”, que aconteceu na Praça das Artes no Saguão-Dança em São Paulo.

ESPETÁCULO TRIUNFAL

Triunfal é embasado na obra de Astor Piazzolla, compositor de tango mais importante da segunda metade do século XX. Além de inovar o tango com influências do jazz e da música erudita, Piazzolla estabeleceu uma nova linguagem contemporânea na música argentina. “Piazzollando” é um trabalho coreográfico que explora o swing dos corpos e o felling nas interpretações, em detrimento da força, da simetria e da eficiência. É a alma (corpo vivente), certo da transitoriedade de sua existência, investindo seu esforço para compreender ainda mais a linguagem das sutilezas em harmonia com a música.

EDSON SANTOS

COREÓGRAFO E DIRETOR ARTÍSTICO

JULIANA PARIZATTO

DIREÇÃO GERAL

RICARDO BRAUNE

DIREÇÃO EXECUTIVA E MARKETING

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now