11 benefícios que o Pilates pode trazer para sua vida e conseguir grandes resultados.



Benefícios do Pilates:

– Redução do estresse, dores crônicas e tensões;

– Estimulação do sistema circulatório e da oxigenação do sangue;

– Maior mobilidade articular, flexibilidade e relaxamento muscular;

– Melhora da respiração (a capacidade cardiovascular respiratória é aprimorada).

– A técnica de respiração profunda permite uma maior oxigenação do sangue e, assim, o corpo passa a funcionar melhor;

– Ganho de consciência e equilíbrio corporal;

– Melhora da coordenação motora;

– Aumento do condicionamento físico e mental;

– Correção postural;

– Facilita a drenagem linfática e a eliminação das toxinas;

– Fortalecimento dos órgãos internos;

O método atua no fortalecimento do corpo, especialmente da musculatura abdominal, alonga e proporciona flexibilidade, desenvolve a consciência corporal e melhora a coordenação. Além disso, ajuda a descomprimir lesões na coluna, deixa as articulações mais móveis, desenvolve os músculos que suportam a coluna, aliviando dores crônicas na região e eleva a capacidade de contração muscular. Por possibilitar um treinamento muscular mais específico para a coluna e estabilização vertebral, o Pilates se torna um aliado eficaz no pós-tratamento de patologias associadas à coluna vertebral (hérnia de disco, lombalgia, discopatia degenerativa, artrose) e na prevenção de dores nas costas.

Pilates é uma técnica corporal de baixo impacto que trabalha de forma consciente a força e o alongamento sem hipertrofia. Envolve uma série de movimentos que devem ser executados de maneira controlada buscando a precisão e a fluência do movimento. Pode ser feito no solo ou em equipamentos. No solo, a ação contra a gravidade é o maior desafio, já nos equipamentos, a ação das molas, alças e barras podem desafiar ou auxiliar na execução do movimento.

O prática do Pilates requer atenção à respiração e ao alinhamento corporal. Desta forma, o praticante irá perceber o movimento e ter maior consciência de como deve executá-lo de maneira eficiente e segura. Embora qualquer pessoa pratique Pilates os bailarinos foram um dos primeiros à experimentarem os benefícios dessa técnica ao longo de décadas.

Joseph Pilates desenvolveu a técnica em 1920 durante a Primeira Guerra Mundial. Ele utilizou molas de colchões, macas e cordas para construir os primeiros equipamentos. Em 1926, Joseph Pilates se mudou para Nova York com sua mulher, Clara, e abriu um estúdio perto do New York City Ballet. Nesta época, ele aprimorou o método e adaptou os movimentos para os bailarinos, afim de melhorar a performance e prevenir lesões. Desta forma, foi possível atingir os objetivos dos bailarinos suprindo suas necessidades de um corpo forte, alongado, flexível e estável.


Studio de Pilates

Joseph Pilates enumerou alguns princípios para serem respeitados durante a prática:

1) Controle / Precisão- Pilates incentiva os movimentos exatos, precisa ter qualidade de movimento

2) Estabilização- O corpo é seguramente estabilizado antes de executar as posturas.

3) Centrando- Incentiva o foco mental que acalma a mente. Todo o movimento é iniciado a partir do tronco, e irradia para as pernas.

4) Respiração- Todos os movimentos estão integrados com a respiração diafragmática profunda

5) Alinhamento- O corpo está alinhado com a cabeça, pescoço e coluna vertebral até os dedos dos pés.

6) Fluidez- Todos os exercícios são realizados em um estilo fluido e contínuo, ao invés de focar na repetição.

7) Integração- Todos os grupos musculares são integrados ao trabalho, apoiados pelo núcleo.

Quer saber mais sobre o pilates na Pariz Arte em Dança:

Agende uma avaliação gratuita.


Quem pode fazer Pilates?

Quem pode fazer Pilates? Essa pergunta é feita por várias pessoas e estamos aqui para esclarecer sobre o assunto. Ele pode ser praticado pelos mais diferentes grupos, desde o super treinado ao sedentário, do idoso ao adolescente e das grávidas aos pacientes em fase de reabilitação ou com desordens alimentares, ainda podendo ser recomendado como condicionamento e prevenção de lesões para todos os indivíduos. Ou seja, qualquer pessoa, entre 12 e 100 anos e em todos os níveis de condicionamento físico pode fazer Pilates, desde que sejam respeitadas as diferenças individuais e princípios de treinamento desportivo. Entretanto, em virtude da exigência de concentração por parte do aluno durante a execução dos exercícios, não é recomendável que o Pilates seja praticado por crianças, que facilmente perdem a atração e a concentração.


Benefícios para Bailarinos

Pilates é particularmente benéfico para os bailarinos pois, trabalha o fortalecimento da musculatura estabilizadora do centro através da respiração tridimensional e a consciência de cada seguimento da coluna durante os movimentos. Desta maneira, o alinhamento corporal será mantido facilitando a mobilidade das articulações.

A consciência sobre a importância do trabalho da musculatura estabilizadoras diminui a tensão na região lombar e lesões nesta área serão evitadas.

A natureza fluida da prática do Pilates promove a economia de energia, garantindo que a musculatura correta trabalhe de forma eficiente. A incorporação deste tipo de treinamento aliado a prática diária da Dança apresenta uma ótima combinação para o treinamento dos bailarinos, como uma série de exercícios inteligentes trabalhando corpo e mente. O trabalho pode ser feito através da resistência suave das molas nos equipamentos ou o trabalho contra a gravidade no solo.

O método Pilates trabalha o fortalecimento de todos os grupos musculares de forma global, em conjunto com a respiração, enfatiza a estabilização da região lombo pélvica.

A falta de controle do padrão respiratório durante o movimento causa instabilidade tencionando a região lombar como conseqüência acarretando dores lombares. Desta forma, é importante que os bailarinos trabalhem o controle do centro através da respiração durante a performance, assim o impacto sofrido na região lombar é minimizado.

Bailarinos profissionais e amadores podem se beneficiar da prática do Pilates. A prática regular garante força muscular, flexibilidade, bom alinhamento, controle, precisão dos movimentos e fluência entre eles. A diferença no rendimento e no desenvolvimento da performance é percebida quando o bailarino adere à prática. Portanto, a pratica do método é uma ferramenta importante para manter o corpo flexível e tonificado.

Fontes:

dicasdedanca.com.br

www.institutopilates.com.br

#StudiodePilates #PIlatesparaBailarinos #AulasdePilates #Comomelhoraalongamento #Alongamento #preparaçãofisicabailarinos #pilates #JosephPilates

102 visualizações0 comentário